Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 15 de junho de 2010

VIVÊNCIA ROMÂNTICA

(Tela by Guillaume Seignac)

Cantareis quantos astros há no céu;
as plumas que, a correr, vibram no ar;
os passos que tem dado o verbo andar
e os furinhos minúsculos de um véu!


Cantareis quantos sons produz Orfeu
e as escamas dos peixes que há no mar,
porem não podereis jamais contar
as penas que a minha alma já sofreu!


São elas, e já foram, tantas, tantas
que nem todas as folhas que há nas plantas,
unidas às que Deus venha a compor,


as logram suplantar em quantidade!
E, se quereis saber se isto é verdade,
amai alguém que ofenda o vosso amor.



Octavio de Medeiros
In: Os Meus Brazões

3 comentários:

Helena Castelli disse...

Hoje deu uma vontade infinita de ler sobre várias coisas... É engraçado que quando começo a ler parece que não sei mais parar... ler me acalma, me alegra, me faz sentir de tudo um pouco... então vim até aqui ler um pouco de ti, e deixar-te um abraço!

Marcos Paulo disse...

Lindo blog.

Gde abraço.

REGGINA MOON disse...

Madalena,

Lindo demais o novo Layout do Blog, adorei, a postagem perfeita!!!
Este Soneto de Octávio de Medeiros é puro encantamento...não conhecia!!

Sempre aprendo muito com voces, e agradeço sempre por fazer parte dessa Comunidade que muito admiro e respeito!!!

Grande beijo amada,

Reggina Moon

*Retire no meu Blog 2 selinhos em destaque, Dardos e Troféu...com carinho!